sábado, 29 de junho de 2019

Prefeito Seliton Miranda leva Júnior Viana para o Arraial de São Raimundo do Doca Bezerra

Prefeito Séliton Miranda brincou no Arraial da Alegria em 2018

São Raimundo do Doca Bezerra tem arraial sim, senhor, e as festas serão grandes e animadas com boas atrações. Hoje (29) começa o Arraial da Alegria 2019, a festa junina oficial do município administrado pelo prefeito Seliton Miranda e vai contemplar tanto a sede como a zona rural com diversas atrações, sendo a mais esperada, o show de cantor Júnior Viana. 
Hoje tem festejo no povoado Três Lagoas do Piraca, no domingo, dia 30, a festa acontece no povoado Três Rios, no dia 6 de julho é no povoado monte Castelo. E no dia 7, júnior Viana na cidade. Confira as atrações na imagem abaixo. 


quinta-feira, 27 de junho de 2019

tentativa de homicídio em bar no povoado das três lagoas do piraca


A policia militar de São Raimundo  foi informada  por volta das 21:00 hrs, do dia 26/06/19 por meio de ligação via whastzap que no povoado das três lagoas do piraca havia acontecido uma tentativa de homicídio no bar do Ze preto.Vítima de nome Marcos Rodrigues 32 anos e Acusado de Nome Juarez Silva Moura 19 anos. Os dois se desintenderam, onde o acusado levou um tapa no rosto e posteriomente saiu do bar para pegar uma espingarda onde usou a mesma para tentar contra a vida de Marcos Rodrigues que foi levado para o hospital de São Raimundo e depois transferido para o hospital de Presidente Dutra, com seis perfurações causada pelo disparo na região lombar, de acordo com a policia militar o acusado tomou destino ignorado na mata após o ocorrido.
A PM informou que vai continuar as diligencias ao amanhecer para tentar encontrar o acusado.

segunda-feira, 24 de junho de 2019

Justiça federal determina demissão de secretária de administração e condena ex-prefeito por irregularidades em sua gestão

A Justiça Federal de Bacabal condenou o ex-prefeito Zé Wilson e sua filha, a atual Secretária Municipal de Administração de São Roberto, Marleide de Oliveira Carneiro, pela prática de ato de improbidade administrativa em razão de irregularidades na gestão municipal de saúde, quando Marleide de Oliveira era Secretária de Saúde.
Para o ex-prefeito, que sofreu mais uma condenação por irregularidades em sua gestão – já são várias – foi determinado o pagamento de multa de aproximadamente de R$ 300 mil, suspensão de direitos políticos por 6 anos (“ficha suja”) e proibição de contratar com o Poder Público. 
Já a Secretária Marleide de Oliveira foi condenada ao pagamento de multa de R$ 60 mil, suspensão de direitos políticos por 6 anos (ficha suja), proibição de contratar com o Poder Público e, ainda, à perda da função pública de Secretária Municipal. 
Com essa decisão, o prefeito Mundim deverá demitir Marleide de Oliveira da Secretaria de Administração, o que certamente criará um problema no seio do grupo político do prefeito, já que Marleide ocupa a Secretaria a mando do pai, o ex-prefeito Zé Wilson.
Número do processo: 7809-68.2013.4.01.3703

Idosa de 81 anos morre após ser abandonada pela família no Maranhão

Francisca das Chagas Oliveira, de 81 anos, morreu na sexta-feira (21) no Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II), em São Luís. Segundo informações, a idosa foi encontrada por vizinhos com feridas na pele e muito doente na cidade de Vargem Grande, a 120 km de São Luís. De acordo com os órgãos de Justiça que atuam na defesa dos idosos, há quatro meses ela foi deixada por uma filha na casa de uma sobrinha, que abandonou a idosa. As duas estão sendo procuradas e podem responder por abandono de incapaz, maus-tratos e tortura. A idosa ainda não foi enterrada porque ninguém da família apareceu para buscar o corpo no necrotério do Socorrão II. Equipes do hospital, da Defensoria Pública e da Secretaria Municipal de Assistência Social de São Luís iniciarão os procedimentos para que a idosa tenha um enterro. A Defensoria Pública garante que uma rede de apoio vai investigar os culpados pelo crime que levaram a idosa a morrer.

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Carreta Tomba Próximo a São Raimundo do Doca Bezerra e deixa um ferido


A guarnição de serviço foi informada de um acidente na MA-012, na altura do Km 06, no trecho entre São Raimundo do Doca Bezerra e Barra do Corda. o motorista Leandro Marinho Macedo Morador de Gurupi, Tocantins conduzia uma carreta Scania 380, cor Branca, placa JQT4531. Na altura do quilômetro acima citado o condutor perdeu o controle da carreta na curva vindo a tombar a mesma em um barranco. A guarnição  isolou o local, sinalizou nas proximidades e evitou o saqueamento da carga. O motorista foi socorrido e levado ao hospital Municipal de São Raimundo do Doca Bezerra para os primeiros socorros. O proprietário da carga chegou ao local  e retirou  a parte que ainda poderia ser utilizada e distribuiu o restante a população. O caminhão tombado foi guinchado para a cidade de Barra do Corda.







domingo, 16 de junho de 2019

Corpo de idoso encontrado em óbito em São Raimundo


Na manhã de hoje, 16/06/19, domingo, na cidade de São Raimundo do Doca Bezerra, MA- 012, na Chácara J. S. foi encontrado em óbito o Sr. João Calisto Soares de 68 anos. O mesmo, de acordo com Policia Militar de São Raimundo, antes do óbito encontrava-se embriagado em uma festa na cidade quando posteriomente foi encontrado morto com um fratura no crânio, na parte da nuca, sendo que de acordo com as primeiras informações coletadas, não é possivel afirmar a causa do traumatismo, sendo as causas mais prováveis uma queda do portão da chácara. A Policia Militar informou ainda que na propiedade não há indícios de roubo, furto ou ainda características de luta corporal. Ao ser encontrada, a vítima ainda estava com com seus pertences pessoas.

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Manifestantes bloqueiam rodovia federal em São Luís nesta sexta-feira

Outro bloqueio na manhã desta sexta-feira (14) foi no km 2 da BR-135, próximo a Vila Itamar. A Polícia Militar acompanha a manifestação com viaturas próximas as concentrações. Os manifestantes utilizam carro de som e empunham bandeiras de centrais sindicais. A reclamação principal é contra o a reforma da previdência. Por volta de 7h15, com um engarrafamento quilométrico, os manifestantes resolveram liberar parcialmente as vias de forma alternada, na Avenida dos Portugueses. Primeiro, os carros que estavam na fila no sentido do Anjo da Guarda foram liberados. Depois, este sentido foi bloqueado de novo, enquanto a via oposta no sentido da região central de São Luís foi liberada. O fogo que estava na barreira de pneus foi apagado para a passagem segura dos veículos.  uma greve geral em todo o Maranhão contra o contingenciamento de verbas para a educação e a proposta da Reforma da Previdência. Em São Luís, desde às 5h, estudantes realizam uma manifestação na entrada da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), na área Itaqui-Bacanga. Bancos Por conta da greve geral, as agências bancárias de todo o estado não funcionam nesta sexta (14), segundo o Sindicato dos Bancários. Os atendimentos retornam normalmente a partir da segunda-feira (17). Além disso, segundo a Secretaria de Educação (Seduc), as aulas em escolas estaduais foram suspensas nesta sexta, por conta da adesão ao movimento convocado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Maranhão (SINPROESEMMA). As aulas retornam normalmente a partir da segunda e uma data para a reposição das aulas será marcada e avisada aos alunos. A Associação de Professores da Universidade Federal do Maranhão (Apruma) aderiu a greve geral que acontece nesta sexta. Por conta disso, as aulas na universidade estão suspensas. O Sindicato dos Servidores Públicos Federais do Maranhão (Sindsep/MA) informou que convocou todos os servidores públicos do estado a participarem da greve geral, após a realização de uma plenária nacional em Brasília. Também aderiram ao movimento o Sindicato dos Trabalhadores da Justiça Federal do Maranhão (Sintrajufe) em reposta a contrarreforma e o desmonte do Estado nas áreas da Educação, Meio Ambiente e Segurança.

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Operário morre após cair de edifício em construção em São Luís

O acidente aconteceu por volta das 8h, desta quarta-feira (12). De acordo com o Corpo de Bombeiros, o operário usava capacete e botas de proteção, mas não usava cinto de segurança. Um laudo que deve apontar as causas do acidente. O corpo do operário foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em São Luís para a realização de procedimentos legais. Ainda não há informações sobre quando será realizado o velório e o enterro da vítima. O operário era casado e deixa filhos. Em nota, a empresa Crédito Incorporação LTDA, responsável pela construção, informou que lamentou o acidente e cobra a apuração do acidente junto as autoridades para que tudo seja esclarecido. Ainda segundo a empresa, foram fornecidos todos os equipamentos de segurança necessários para a prevenção de acidentes. A empresa afirmou que dará todo o suporte a família da vítima.

sexta-feira, 7 de junho de 2019

Pais de meninas mortas por pedra no Chile contam como aconteceu tragédia: 'Não havia placa de perigo'

Os pais das duas meninas brasileiras mortas no reservatório de El Yeso, no Chile, disseram nesta quinta-feira (6) que não havia sinalização no local sobre risco de queda de rochas nem uma barreira física para impedir a entrada de pedestres. Foi a primeira vez que os pais de Khálida Trabulsi Lisboa, de 3 anos, e Isadora Bringel, de 7 anos, contaram à imprensa os detalhes da tragédia. Na segunda-feira (3), as duas crianças morreram atingidas por pedaços de uma rocha que se desprendeu de uma montanha nos Andes, em um local que costuma atrair turistas. Isadora Bringel e Khálida Trabulsi, de 7 e 3 anos de idade, Marcelo Martins Bringel Carvalho, pai de Isadora, relatou que eles e os demais turistas desceram das vans em que viajavam e caminharam por cerca de 20 minutos. "Em nenhum momento havia placas de sinalização de perigo, de desastre ou qualquer aviso", afirmou Marcelo. Jorge Alberto Trabulsi Lisboa, pai de Khálida, afirmou que as crianças estavam acompanhadas de adultos em todo o momento. Após cerca de uma hora de passeio, uma pessoa gritou ao avistar a pedra caindo, mas não deu tempo de salvar as meninas. "Foi realmente muito rápido", disse Jorge. "Quando pude perceber tudo, eu vi duas meninas no chão. Uma era a minha filha, e a outra era a do meio do Marcelo. Fizemos o que pudemos para salvá-las", disse Jorge. Os corpos de Isadora e Khálida saíram nesta noite do Chile, e seguem ao Brasil durante a madrugada. Os velórios estão previstos para ocorrerem em São Luiz (MA). As duas famílias ressaltaram que jamais levariam as crianças a um local proibido. "Nenhum pai neste mundo iria deixar levar o filho a algum local perigoso e colocar em risco a vida dos filhos", afirmou Marcelo. "Não teria por que subir uma montanha, 20 minutos de caminhada para colocar em risco a minha família." Jorge, pai de Khálida, usa o exemplo das praias de Recife onde há placas sobre a presença de tubarão para alertar turistas. "Algum chileno poderia imaginar que existem tubarões mesmo nas águas rasas de Recife, se não houvesse sinalização? Não", apontou Jorge. Em nota enviada ao Blog, o governo do Chile afirmou que vai reforçar a instalação de placas que alertem sobre os riscos nas imediações do reservatório El Yeso. O local fechou até o dia seguinte ao incidente, e reabriu na terça-feira. Sem ambulância Marcelo Bringel, que é médico, narra que tentou salvar a filha com ela ainda no colo na volta à base onde desceram dos veículos. Isadora, porém, não resistiu. "Quando cheguei lá não tinha uma ambulância que poderia ter tido um suporte mais avançado para ajudar no caso", relatou Marcelo. Lenne Carvalho Lisboa, mãe de Khálida, contou ter visto a filha ainda com vida, mas ela morreu no caminho. "Tinha outras pessoas, outros médicos que tentaram fazer de tudo", disse Lenne. Os familiares agradeceram os chilenos pela ajuda após a tragédia. "Eu gostaria de agradecer ao povo chileno, às autoridades que nos ajudaram, à polícia, ao Consulado, às pessoas do IML, todas as pessoas envolvidas em nosso caso que, de alguma forma, conseguiram amenizar a nossa dor", agradeceu Marcelo. Vítimas eram amigas Khálida e Isadora viajavam pelo Chile com as respectivas famílias, que são amigas. As duas meninas, inclusive, estudavam na mesma escola em Bacabal, cidade no interior do Maranhão onde ambas viviam. Raimundo Lisboa, avô de Khálida, contou ao Blog, que a família está em estado de choque com a morte da neta que completaria 4 anos em 22 de junho. "O convívio não poderia ser melhor. Era uma menina alegre. Quarta-feira foi meu aniversário e ela fez um bolo para mim, cantou parabéns para mim. Era uma criança maravilhosa, amada. Está todo mundo em estado de choque", contou Raimundo.

quinta-feira, 6 de junho de 2019

Polícia apreende crack e maconha em residência usada para tráfico em São José de Ribamar

Um grupo do Batalhão Tiradentes da Polícia Militar prendeu um homem e apreendeu porções de maconha e crack na noite desta quarta-feira (5), no bairro Altos do Turu II, em São José de Ribamar. Segundo a PM, após receber informações do Disque-Denúncia, foi descoberto que Evandro Lima Santos, "Vandão", estaria praticando tráfico ilícito de entorpecentes. Ao chegar no local, os policiais se depararam com algumas pessoas nas imediações da residência que começaram a se dispersar. Uma das pessoas entrou na residência e conseguiu fugir do local pulando o muro da casa pelos fundos, deixando a porta aberta. Os policiais entraram e encontraram uma balança de precisão e várias porções de substâncias semelhantes a maconha e crack. Ao todo, a polícia apreendeu: Aproximadamente 2,150 kg de substância semelhante a maconha 1 porção de uma substância semelhante a crack, com aproximadamente 12 gramas 1 balança de precisão 2 cordões CTPS e RG em nome de Evandro Lima Santos 1 mochila A polícia informou ainda que, minutos depois, um homem chamado Antônio Cleoco Pereira Damasceno apareceu na casa dizendo que "Vandão" praticava tráfico de drogas no local e que teria ido lá no local somente para fechar o portão. Diante disso, os policiais prenderam Antônio e o levaram à delegacia do Maiobão.

terça-feira, 4 de junho de 2019

Deslizamento de rocha mata duas meninas brasileiras no Chile

Um deslizamento de rocha matou duas meninas brasileiras no Chile, informou a polícia local nesta segunda-feira (3). Khálida Trabulsi Lisboa, de 3 anos, e Isadora Bringel, de 7, morreram depois de serem atingidas por fragmentos da rocha, que se desprendeu de uma das montanhas nas imediações da barragem de El Yeso, um ponto turístico na Cordilheira dos Andes na região metropolitana de Santiago. As identidades das meninas, que são do Maranhão, foram confirmadas ao G1 pela polícia chilena e a esposa do avô de Khálida. Também de acordo com essa familiar, as duas famílias eram amigas e passeavam no Chile. As crianças estudavam na mesma escola em Bacabal (MA). 'Está todo mundo em choque', diz avô ao G1,Testemunhas ouvidas pelo G1 relataram que uma rocha se desprendeu da montanha, bateu e se quebrou em vários pedaços que atingiram o grupo de turistas. Outras pessoas também se feriram. A governadora da província de Cordillera, Mireya Chocair, disse que a operadora de turismo – não identificada – poderia ser responsabilizada porque o ônibus e os turistas, disse ela, passaram para um local proibido. "Há sinalização, os guias de turismo sabem como funciona, o município está em contato constante com as agências. Há normas claras no lugar e são de conhecimento público", ressaltou a governadora. Entretanto, o conselheiro municipal Alejandro Hormazabal, que presenciou o desastre, disse que o grupo de turistas saiu dos ônibus e seguiu a trilha a pé. Segundo ele, não havia nenhuma placa ou aviso para impedir o trânsito de pessoas na região de El Yeso. Local exato onde ocorreu o deslizamento que matou duas crianças brasileiras no Chile. Segundo a rede de televisão T13, Khálida, de 3 anos, morreu no local. Isadora, de 7, foi levada a um centro médico, mas não resistiu aos ferimentos. O consulado do Brasil no Chile informou que uma equipe da representação está a caminho do local do acidente para prestar assistência às famílias.

segunda-feira, 3 de junho de 2019

PEQUENOS AGRICULTORES SÃO BENEFICIADOS COM ENTREGA DE SEMENTES DE FEIJÃO EM SÃO RAIMUNDO


Em mais uma etapa do Programa ‘Mais Sementes’, agricultores familiares de São Raimundo do Doca Bezerra Receberam hoje dia 3 sementes de feijão, para aproveitar o final do período de chuvas para o plantio. O Programa é uma iniciativa do Governo do Estado, executada pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), em parceria com a Agência Estadual de Pesquisa e Extensão Rural (Agerp), prefeituras, secretarias municipais de agricultura e sindicatos.
O prefeito de São Raimundo do Doca Bezerra, Seliton Miranda, elogiou a iniciativa. “É de extrema importância o que está acontecendo em todo o estado, no setor da produção.




O Programa ‘Mais Sementes’ vem, desde 2015, distribuindo sementes de arroz, feijão, milho e hortaliças para os 217 municípios do estado. Em novembro do ano passado, foram entregues 285 toneladas de sementes de arroz e 1006 toneladas de sementes de milho para a safra.

Comerciante é assassinado durante assalto em Santa Luzia

Um comerciante identificado como Antônio da Silva Rodrigues foi assassinado neste final de semana em Santa Luzia, a 294 km de São Luís. Segundo a polícia, o crime foi cometido por dois homens que ainda não foram identificados. Ainda de acordo com a polícia, os criminosos chegaram em uma motocicleta e abordaram a vítima quando ele passava de carro pela praça matriz da cidade. A vítima avançou com o veículo para cima deles, mas foi atingido por disparos. Antônio da Silva Rodrigues foi assassinado neste final de semana em Santa Luzia. Após ser baleado, Antônio da Silva Rodrigues foi retirado do veículo e jogado no meio da rua. Os assassinos dispararam vários tiros na cabeça de Antônio que morreu no local. Durante a fuga, os bandidos tomaram a motocicleta de outro rapaz que passava pelo local durante a ação criminosa.

TRE intensifica ações para divulgar recadastramento biométrico no MA

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) vai realizar nesta segunda-feira (3) mais duas audiências públicas sobre a biometria e a segurança do processo eleitoral. Os eleitores dos municípios de Pedreiras e Trizidela do Vale terão a oportunidade de conhecer e tirar dúvidas sobre o recadastramento biométrico obrigatório. O presidente do TRE, desembargador Cleones Cunha, presidirá os eventos acompanhado do jurista Bruno Duailibe e da titular da 9ª zona eleitoral que abrange os dois municípios, a juíza Ana Gabriela Costa Everton. Em Pedreiras, a 245 km de São Luís, a audiência vai acontecer a partir das 9h na Câmara Municipal, situada na área central do município. Já em Trizidela do Vale, a 282 km da capital, a audiência do Tribunal Regional vai ocorrer a partir das 11h, no Salão Paroquial da Igreja Santo Antonio de Pádua, na praça Frei Raimundo Vale. Ainda no mês de junho mais as cidades de Miranda do Norte e Cantanhede vão receber a comitiva da Justiça Eleitoral para idêntica ação. As audiências acontecerão às 9h e 15h, respectivamente, ambas nas Câmaras Municipais.

sábado, 1 de junho de 2019

Família de holandês morto no MA denuncia caso à Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Após nove anos, ainda é um mistério o assassinato do holandês Joel Bastiaens, de 24 anos, e da namorada dele, Sandra Maria Dourado Souza. Os dois foram assassinados a tiros em uma casa no bairro Araçagy, em São Luís, no dia 28 de fevereiro de 2010. O inquérito é de responsabilidade da Delegacia de Homicídios da Capital, que ainda não apresentou a conclusão das investigações. Após tanto tempo sem respostas, a família do holandês encaminhou denúncia contra a União para a Comissão Interamericana de Direitos Humanos que fica em Washington, nos Estados Unidos. Para a família, as possibilidades de Justiça no Brasil se esgotaram. O único desejo é que os responsáveis pela morte de Joel e da namorada não fiquem impunes. A petição da família foi discutida nesta sexta-feira (31) em uma reunião com representantes da Secretaria de Segurança Pública e Direitos Humanos do Estado. Na reunião, ficou decidido que a SSP vai indicar uma equipe para, em até 60 dias, apresentar um relatório sobre o inquérito. “É necessário que o Estado aponte uma conclusão do inquérito porque isso acaba se somando a um número estarrecedor que nós temos no Brasil, de acordo com o Atlas da Violência, que 90% dos casos de homicídio não são apurados”, declarou o advogado Carlos Nicodemos. A família e os advogados que acompanham o caso acreditam que a morte do holandês e de Sandra Dourado foi encomendada. Na visão deles, as vítimas foram mapeadas, atraídas e executadas. “O modo de execução deixa muito evidente que trata-se de um crime de encomenda. Não há ruptura de obstáculos, muito pelo contrário. A atividade colaborativa das vítimas foi utilizada como um argumento para atraí-las ao local da execução, deixando claro que nós temos aí uma associação de pessoas que praticaram esse crime, desde o seu autor intelectual até aqueles que o executaram objetivamente”, conta Carlos Nicodemos.